10.9.07

Largo DR. TITO FONTES


Já se chamou Largo do Bonjardim. Entre a Rua do Bonjardim antes desta atravessar a Rua Gonçalo Cristóvão. Em frente já na Rua Gonçalo Cristóvão estavam as escolas primárias: Escolas Paroquiais de Santo Ildefonso, fundadas em 1886. No mesmo edifício encontravam-se instaladas a Regedoria e a Junta de Santo Ildefonso assim como uma Biblioteca Popular.

estátua de Raúl Dória

Sobre o Dr. Tito Fontes:
TITO AUGUSTO FONTES – (Valença, 1854 – Valença 2/12/1933) Formou-se em Medicina em 1880. Em 1910 era membro do Centro Regenerador do Porto (juntamente com o conde de Lumbrales, de Alijó, Clemente Meneres, etc). Nomeado sócio benemérito da Sociedade Protectora dos Animais em Setembro de 1909. Teve um particular interesse pela tuberculose, que estudou em Berlim e em Paris. Foi director do Hospital da Misericórdia do Porto (S. António). Com Júlio de Matos, Magalhães Lemos e Franchini, fundou a Casa de Saúde Portuense. Com Alfredo de Magalhães e C. de Pinho organizou o Congresso de Tuberculose no Porto. Entre outros cargos políticos foi Deputado e Governador Civil. Também pertenceu à junta Geral do Distrito e à Câmara Municipal. Foi um dos primeiros médicos a utilizar um automóvel, e, graças a ele foram plantadas árvores em várias artérias da cidade por crianças das escolas primárias.


Pequena nota biográfica sobre Raúl Dória:

RAÚL MONTES DA SILVA DÓRIA - (1878 - 15 /9/1922), aos 44 anos. Fundador aos 24 anos da famosa “Escola Prática Comercial Raúl Dória”. Frequentou o velho Instituto Industrial e Comercial do Porto. Começou por dar explicações. Era exímio em caligrafia. (ver uma biografia completa aqui)

Mais acima, mesmo antes de chegar à Fontinha fica a rua Raúl Dória.


Sobre a "Escola Prática e Comercial Raúl Dória", situada ali bem perto deste largo, na rua Gonçalo Cristóvão (onde actualmente se encontra o edifício do "Jornal de Notícias", pode encontrar mais informação e fotografias no blogue "Restos de Colecção".

7 comentários:

Anónimo disse...

O artigo aqui publicado refere erradamente como nome do ilustre médico e Portuense Tito Armando Fontes, quando na verdade o seu nome é Tito Augusto Fontes. E fala quem sabe !

Teo Dias disse...

Obrigado caro Anónimo.

Fiz as minhas pesquisas e confirmo aquilo que disse. Efectivamente o ilustre Tito era Augusto e não Armando, não sei como me deixei enganar nas minhas notas.
Verifiquei aqui: http://www.cm-porto.pt/gen.pl?sid=cmp.sections/570&letra=D&fokey=cmp.toponimia/794
Já agora se sabe tanto, podia dar-me uma ajudinha para algo mais sobre a biografia deste senhor.

Daqui a nada incluirei o Augusto em vez do "Armando".
E quem não erra, que me atire a primeira pedra...

NB: Os comentários anónimos só são publicados depois de verificação, daí um certo atraso na actualização.

Mara Helena Dória disse...

Não é o único nome que se encontra errado!! O nome de Raúl Dória é Raúl Montes da Silva Dória e não Monteiro ou Mendes. Agradeço correcção. Cumprimentos,

Teo Dias disse...

Cara Mara Helena,

Obrigado pela sua correcção do nome do seu antepassado. O erro foi totalmente meu, pois na página da Rua Raúl Dória o nome completo aparece de maneira correcta.
Talvez a falta de sistematização na publicação deste blogue esteja na origem destas gralhas.
As minhas sinceras desculpas.

Mara Helena Dória disse...

Obrigada pela correcção :)

Cumprimentos,

Mara Helena Dória

adriano disse...

Estava a procurar informações sobre o Dr Tito Fontes quando dei com este blog. O que se passa é que sou trisneto do diti Dr. Tito Fontes e gostaria de saber meis sobre ele. Se pudess indicar-me algumas fontes ficaria muito agradecido.

Teo Dias disse...

Caro Adriano,

O Dr. Tito Fontes, homem importante para o desenvolvimento da cidade, como alguns outros continua esquecido nos dias de hoje. É pena. Há umas dúzias de anos atrás, eu disse a um professor de História que era mais importante ensinar a História às crianças de "agora para o passado" era mais simples porque elas até podiam conhecer as diversas testemunhas da história real.

Volto ao seu problema. Sobre o seu trisavô deve haver algo nos arquivos da Faculdade de Medicina da Faculdade do Porto e nos do Governo Civil. Sei que existe um longo artigo num "Tripeiro" das séries V ou VI. Neste momento não me é possível consultar o Tripeiro, mas se me conseguisse ajudar na reconstituição de uma breve biografia, agradeço.
Bom Natal!